não tínhamos outro remédio quando as coisas éramos nós

 

 

 

Não tínhamos outro remédio quando as coisas éramos nós

Espaço para Cor

A Associação Chico Lisboa inaugura na próxima sexta-feira, 12 de abril, a primeira exposição selecionada no Edital 2013, dando a largada para o ano comemorativo de seus 75 anos. A Associação Riograndense de Artes Plásticas Francisco Lisboa, fundada em 09 de agosto de 1938, prepara uma intensa programação para assinalar a data.

 

Com o título ‘Não tínhamos outro remédio quando as coisas éramos nós’, a jovem artista Carolina Marostica, faz a sua primeira individual, onde explora as tensões entre pintura-objeto e instalação. As intervenções desenvolvem uma relação de apropriação com o espaço, tomando-o com cor pulsante e matéria autônoma.

 

A exposição consiste em uma série de intervenções realizadas especificamente para o espaço da Chico Lisboa, fazendo uso de materiais como tinta acrílica, massa de modelar caseira, silicone, entre outros. A curadoria foi idealizada junto ao Coletivo Or:Be, grupo de jovens produtores culturais que se afirma na cena porto-alegrense com projetos alternativos de apropriação de espaços.

 

Carolina Marostica é acadêmica do curso de Artes Visuais no Instituto de Artes da UFRGS e retorna de uma residência artística de um ano em Lisboa, Portugal.

 

A mostra pode ser visitada até 10 de maio, na Chico Lisboa Espaço Cultural, de segundas as sextas, das 14h às 18h, Travessa Venezianos, 19. Entrada franca.

 

Serviço

Exposição: ‘Não tínhamos outro remédio quando as coisas éramos nós’ de Carolina Marostica

Curadoria do Coletivo Or:Be

Abertura: 12 de abril, às 19h

Encerramento: 10 de maio de 2013

Visitação: das 14h às 18h (de terça a sexta-feira)

Local: Chico Lisboa – Espaço Cultural, Travessa dos Venezianos, 19 – Porto Alegre / RS

 

Carolina_Marostica_ChicoLisboa_2013

 

Share on Google+Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on StumbleUponShare on Tumblr