Duas exposições na Chico Lisboa Espaço Cultural: Vasco Prado – Múltiplo e Singular e Intervenção

intervencao

vasco_prado 

Abertura 29 e outubro às 19h
Visitação de 30 de outbro a 28 de novembro de 2014
De segunda a sexta-feira, das 14h às 18h

 

DUAS EXPOSIÇÕES NA CHICO LISBOA ESPAÇO CULTURAL
VASCO PRADO – MÚLTIPLO E SINGULAR
E INTERVENÇÃO

 

A Associação Chico Lisboa inaugura duas exposições na próxima quarta-feira, 29 de outubro, às 19 horas, na Chico Lisboa Espaço Cultural: a exposição VASCO PRADO – MÚLTIPLO E SINGULAR e a mostra INTERVENÇÃO, dos artistas Adriana Giora, Julia Streppel e Marcelo Mello.

A mostra Vasco Prado – Múltiplo e Singular, com curadoria de Nora Prado,  apresenta um recorte na obra pública, semi-pública e privada que o artista realizou paralelamente, ao longo de sua intensa, vasta e variada produção nas artes visuais. É uma exposição inédita baseada em encomendas de murais, monumentos e esculturas, peças únicas, que se encontram, principalmente, em diversas cidades do nosso estado em parques, viadutos, hospitais, colégios, clubes e residências.

As comemorações do centenário de nascimento do escultor foi a oportunidade para pesquisar os projetos que foram realizados e outros que ficaram somente em ideias e esboços e que fazem parte do acervo da artista plástica Zoravia Bettiol, segunda esposa e companheira de Vasco Prado durante vinte e cinco anos.  A mostra é composta de 26 obras. São projetos e trabalhos realizados; fotografados em preto e branco o que dá unidade a mostra. A curadoria é de Nora Prado, uma dos quatro filhos do escultor.

 

Exposição Intervenção

Os artistas Adriana Giora, Julia Streppel e Marcelo Mello realizam a exposição INTERVENÇÃO onde apresentam obras em ferro, cerâmica e madeira expostas no pátio da Chico Lisboa. As obras dialogam entre si, levando o espectador a viajar pelo seu imaginário através da riqueza dos detalhes. Arte e natureza em harmônica convivência.

Adriana Giora apresenta peças de sua coleção Paraíso. Folhas estilizadas  em ferro com inserções cerâmicas, pênsis  gerando sensação de flutuação  e  flores  em ferro com recortes e cerâmica que criam um jardim imaginário, convidando para um passeio no mundo interior de cada um, onde fantasia e realidade se harmonizam deixando a mente livre para voar.

Julia Streppel trabalha um dos seus temas favoritos, a introspecção. Através de conchas, espirais e objetos em formas espiraladas confeccionadas em cerâmica que levam o imaginário a  pensamentos profundos sobre o ser.

Já Marcelo Mello traz sua inspiração do mar com peças confeccionadas com madeira de embarcações transformadas através de cores sutis e cortes que encaixam como se estivesse brincando com um quebra cabeças e peças em ferro de sua série Brisa, onde o ferro é trabalhado com leveza e harmonia.

As exposições ficam em cartaz até 28 de novembro, de segundas as sextas, das 14h às 18h, na Chico Lisboa Espaço Cultural, Travessa Venezianos, 19, em Porto Alegre/RS. Entrada franca.

Share on Google+Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on StumbleUponShare on Tumblr