Arte + Arte 2017: Arte e Política, Olhares Contemporâneos

Inscrições encerradas.

Veja o regulamento completo. (em PDF)

11ª Edição da Mostra Arte + Arte 2017: Arte e Política, Olhares Contemporâneos


A Associação Riograndense de Artes Plásticas Francisco Lisboa, apresenta o regulamento para seleção de obras para a  Edital 11ª-Edição do Arte + Arte 2017 Arte e Política Olhares Contemporâneos .

Presente edital tem por objetivo promover poéticas contemporâneas, livres em seus instrumentos de expressão. A arte se vale da intuição e da criatividade e constrói significados para a nossa experiência de existir no tempo e no espaço, oportunizando-nos gerar o entrelaçamento de signos simbólicos e de conceitos abstratos. O ser humano é livre quando se permite sentir e quando se dispõe a partilhar pensamentos e posicionamentos frente ao mundo. E neste momento histórico da arte, caracterizado pelo mais amplo pluralismo de estilos, não cabe delimitar linguagens, mas, ao contrário, vale incentivar a integração e o rompimento de paradigmas estético-formais, evitando-se um enquadramento histórico passadista para viabilizar a multiplicidade da arte do presente. Neste edital, propõe-se a diversidade de temas e de linguagens, deixando o artista livre para criar e apresentar seus trabalhos.

O Arte + Arte 2017 tem como tema, nesta edição: “Arte e Política, Olhares Contemporâneos”.

Este tema que perpassa a existência do ser humano – Política e Artes Visuais – é palpitante e oportuno no Brasil atual, caracterizado por abalos éticos, sociais, de violência, de preconceitos, ambientais, políticos, dentre outros, que postulam atitudes de envolvimentos e de revalidação da autonomia da arte. A escolha desse tema se deve ao fato de acreditarmos que, por meio de suas obras, o artista pode dar visibilidade ao que na sua percepção ocorre de inaceitável na sociedade podendo defender a democracia no seu sentido mais amplo e contribuindo para que se abram janelas históricas onde a complexa relação que se estabelece entre arte e política venha a oportunizar mais igualdade e paz social.

As inscrições estão abertas a artistas do Rio Grande do Sul. A mostra será realizada nos meses de setembro e outubro de 2017, e ocorrerá na Galeria de Arte do DMAE, no Café SESC Centro,  Espaço Multicultural Livros Sobre Trilhos – Estação Mercado da Trensurb e Chico Lisboa Espaço Cultural.