Breve explanação sobre a obra 

“Postais para outra História da Arte” busca investigar imagens de mulheres lésbicas – tanto pintadas por homens no curso da história da arte quanto fotografias anônimas de casais de mulheres. O trabalho surgiu de uma investigação teórica sobre as lésbicas na história da arte e a percepção de sua respectiva invisibilidade. Para colocar em cena a discussão e tentar trazer à luz o assunto, apropriar-me das imagens para sugerir novos significados e criar tensões entre a narrativa tradicional da história e as próprias relações e subjetividades dessas mulheres. Os postais são colados na parede, formando um mosaico.
Neste e em outros trabalhos eu busco criar diálogos com artistas lésbicas, com mulheres lésbicas na história da arte e, assim, construir novas visualidades e histórias lésbicas.

Currículo

Lívia Auler nasceu em Santo ngelo, interior do Rio Grande do Sul, no ano de 1990. Atualmente reside em Porto Alegre. É graduada em Jornalismo pela PUCRS (2013) e em Artes Visuais pela UFRGS (2021).

Possui Mestrado em Artes Visuais na linha de História, Teoria e Crítica de Arte pela UFRGS (2019) e é uma das fundadoras do coletivo Nítida – fotografia e feminismo, no qual atua desde 2015.

Suas abordagens no campo da arte são feitas através de uma perspectiva feminista e sua principal pesquisa é sobre artistas lésbicas. Em seu trabalho como artista visual, também busca trazer questões sobre feminismo, mulheres e vivências lésbicas, história da arte e formas de representação na contemporaneidade.

Em 2018, realizou a exposição individual “Afeto Rígido”, na Casa de Cultura Mario Quintana, através do edital do Instituto Estadual de Artes Visuais do RS. Em sua cidade natal, em parceria com a Secretaria Municipal da Cultura, realizou duas exposições individuais. Além disso, participou de diversas exposições coletivas, entre elas: “II Exposição Internacional Arte e Gênero”, UFSC/Florianópolis; circuito CUBIC 4 da Bienal de Curitiba; “Dialogias de Resiliência”, exposição virtual no site do Museu de Arte da UFPR (MusA); “Atentxs e Fortxs” – mostra pelos 50 anos de Stonewall na Casa da Cultura da América Latina, em Brasília.

Ficha técnica

Postais para outra história da arte, 2019-2020
(série que contém 39 postais)
Colagem digital impressa em papel 300g
10x15cm (cada)