Breve explanação sobre a obra 

As obras de Devaneios e Paranoias surgiram de uma vontade de compartilhar pensamentos e sentimentos íntimos e ao mesmo tempo universais, que tocam no que existe de único e de comum aos relacionamentos humanos. Inevitavelmente a minha vivência como pessoa LGBTQIA+ entra como elemento indissociável das obras que, embora compartilhem preocupações identificáveis por qualquer pessoa, diferenciam-se mais pela representação do comum, por meio do qual a representatividade se faz tão importante.
Por meio de ilustrações digitais, as imagens selecionadas buscam representar nuances próprias de relacionamentos de pessoas LGBTQIA+, ao mesmo tempo em que esta camada única mistura-se no que há de mais humano e relacionável em qualquer pessoa que sente e, portanto, está sujeita aos mesmos devaneios e paranóias.

Currículo

THIAGO DORSCH, Porto Alegre, 1999.

Graduado em Realização Audiovisual na instituição Unisinos, com especialização em Direção de Arte e Animação. Em seu trabalho artístico explora principalmente técnicas digitais, com animações e ilustrações digitais. Em suas temáticas aborda muito relacionamentos LGBTQIA+, com recriações de vivências pessoais e reflexões sobre saúde mental geradas pelas mesmas.

Participações em projetos e premiações:
• Direção de arte e a animação do curta-metragem em Stop Motion E.V.A, 2018.
• Vencedor do prêmio de Melhor Direção de Arte na mostra gaúcha do Festival de Cinema de Gramado, com o curta-metragem de animação 3D “Sopa Noir”, 2020.
• Participou da equipe de direção de arte em comerciais da Dorflex, Fiat, Bradesco, Dr. Oetker, Uber, Boticário, Sadia e outros.
• Fez a direção de arte de curtas-metragens como: Rufus (premiado no Festival de Cinema de Gramado, 2021), É assim que você parece (premiado no Festival de Cinema de Gramado, 2019) e Dinossaurite (selecionado no Festival do Metrô, no Petit Pavé e no CineFantasy 11)

Ficha técnica

Como é que tu se sentia quando tu olhava pra mim?
Pintura Digital, impressa em papel couché, 18,21 cm x 29,7 cm, 2021

A saudade te afeta?
Pintura Digital, impressa em papel couché, 18,23 cm x 29,7 cm, 2021

Não consigo tirar os olhos de ti.
Pintura Digital, impressa em papel couché, 22,57 cm x 29,7 cm, 2021

Quer dançar?
Pintura Digital, impressa em papel couché, 29,7 cm x 25,36 cm, 2021

Eu devia ter te beijado sempre que tive a chance
Pintura Digital, impressa em papel couché, 29,7 cm x 21,01 cm, 2021

Tu me fez acreditar que amor era um sentimento negativo
Pintura Digital, impressa em papel couché, 16,71 cm x 29,7 cm, 2021